Home > registro > Chapecó em alerta
19/06/2020 registro

Chapecó em alerta

Mais três óbitos foram registrados nas últimas 24 horas no município, sendo um dos casos um jovem de 33 anos, sem indícios de outras doenças.

Na manhã desta sexta-feira (19), foi anunciado em coletiva de imprensa da Prefeitura de Chapecó mais três óbitos por Covid-19 registrados no município. Desde o dia 17 de maio, quando foi oficializada a primeira morte, os números de casos confirmados aumentaram de forma exponencial na cidade. Durante a coletiva, foi confirmado que o transporte público voltará a funcionar na próxima segunda-feira (22), de forma gradual e com normas de prevenção à doença.

Segundo nota da Prefeitura, a sétima morte pela Covid-19 aconteceu no Hospital Regional do Oeste, no último sábado (13), a qual aguardava exame de confirmação. O óbito foi de uma paciente de 76 anos, que apresentava outros problemas de saúde. A oitava morte confirmada foi de uma paciente de 80 anos, que também apresentava outros problemas de saúde e ocorreu na casa da paciente no início do mês, dia 3 de junho. A nona morte por Covid-19 aconteceu no Hospital da Unimed, nas primeiras horas desta sexta-feira. O paciente tinha 32 anos e não apresentava outros problemas de saúde.


Novas medidas

Em meio à crescente dos números registrados do novo coronavírus em Chapecó, a Prefeitura anunciou a volta do transporte coletivo, no meio urbano e rural, atendendo a demanda dos trabalhadores e trabalhadoras que, até então, estavam sem meios de locomoção ao trabalho. Com ressalvas, os ônibus voltam a funcionar no dia 22 de junho, de segunda a sexta e aos sábados até às 14h, atendendo as normas de prevenção da Covid-19.

Nos ônibus, será obrigatório o uso de máscaras e o pagamento do bilhete deve ser feito somente com o cartão, tendo em vista que o dinheiro pode transmitir a doença. Aos cidadãos que ainda não têm o cartão, ele pode ser solicitado, sem custo, na central de vendas da empresa da Autoviação, localizada na Av. Nereu Ramos, no Terminal Urbano e também online, pelo site autoviacao.com.br. Os veículos irão permanecer com as janelas abertas, para a circulação de ar, e serão disponibilizados álcool em gel e informativos sobre a prevenção do novo coronavírus. Os ônibus serão desinfectados ao final de cada turno e a sua capacidade será de 50%.

Ainda em coletiva, foi informado que idosos, pessoas acimas dos 60 anos, não terão permissão para entrar nos ônibus, pois são classificadas como grupo de risco, devendo permanecer em suas casas. Os bancos presentes no Terminal Urbano João Destri não deverão ser utilizados, por isso estarão isolados.


Linhas e horários do Transporte Coletivo Urbano

As linhas e horários do serviço de transporte coletivo de Chapecó estão mantidas, havendo apenas redução no número de viagens e veículos transitando. O usuário poderá acessar o site da Prefeitura e da Autoviação para conferir o itinerário. Em nota, a Prefeitura alertou que se a lotação do veículo estiver com 50% de ocupação, os motoristas estão autorizados a não parar nos pontos de ônibus.

De acordo com a Secretária de Defesa do Cidadão e Mobilidade, Inajara Antonini, os reflexos do retorno das atividades serão analisados semanalmente e, caso a situação do município se agrave, uma nova suspensão do serviço pode ocorrer. “Essa retomada é gradual, sendo a nossa primeira decisão avaliando a matriz de risco que nós temos hoje no município. Ela foi muito pensada para que a gente mitigue esse risco, na retomada do transporte coletivo”, salientou a secretária. Para garantir que não haja descumprimento das regras, o serviço será fiscalizado pela Vigilância Sanitária e Epidemiológica, fiscais do transporte e Guarda Municipal (153).

A Prefeitura reforça que a volta do serviço é colaborativa, ou seja, os usuários podem e devem sugerir ações ou melhorias que garantam a segurança, cumprimento das regras e qualidade da atividade do transporte coletivo. Para isso, os canais oficiais do Município, como Ouvidoria e Ouvindo Nosso Bairro Digital, além dos canais oficiais da empresa responsável pelo serviço, estão disponíveis para o cidadão opinar e auxiliar neste momento.

O boletim epidemiológico de Chapecó, deste dia 19 de junho, registou 1.297 pacientes confirmados com o novo coronavírus. Desses, dois estão internados na enfermaria e oito internados na UTI. Nove óbitos já foram contabilizados e 413 pessoas estão em isolamento social, enquanto 865 já estão recuperados. O município contabiliza também 587 casos suspeitos da doença, sendo que três estão internados na enfermaria e dois na UTI e 582 pessoas permanecem em isolamento domiciliar. Conforme explicou a Diretora Técnica da Secretaria Municipal de Saúde, Alderice Pereira da Fonseca, ainda há escassez de insumos, o que dificulta a realização dos testes para diagnosticar ou descartar casos do novo coronavírus.

O prefeito Luciano Buligon endossou os pedidos dos órgãos da saúde para que as pessoas respeitem as regras prevenção à Covid-19 e ajudem no enfrentamento da doença. “Nós somos um time. Para combater a doença é preciso higienizar as mãos, manter o distanciamento social de 1,5 metros, usar a máscara de proteção, que é obrigatória em Chapecó, passível de multa e não fazer aglomerações. Nós temos muitas batalhas pela frente e precisamos da sua conscientização para vencer a doença”, salientou Buligon.


Testes e pesquisas

Em Chapecó, a BRF está realizando testes rápidos para Covid-19 em 5.200 servidores, no parque da Efapi. A ação iniciou ontem (18) e ficará ativa até o dia 21 de junho. O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) e a Vigilância Sanitária estão acompanhando a atividade de testagem.

Além dos testes na BRF, a Universidade Federal de Pelotas, com o apoio do Ministério da Saúde, está realizando uma pesquisa sobre a evolução da Covid-19 em 133 municípios brasileiros e Chapecó foi um dos selecionados. O projeto EPICOVID-BR tem a aprovação da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), aprovado no dia 28 de abril de 2020, e a coleta dos dados está cargo do IBOPE inteligência, empresa com larga experiência em estudos populacionais. Na hora da coleta dos dados as equipes estarão devidamente identificadas.

Serão entrevistas 250 famílias escolhidas através de sorteio. A pesquisa tem três etapas e terceira acontecerá entre os dias 21 a 23 de junho. Será aplicado um questionário e feito Teste Rápido em uma das pessoas de cada família escolhida.



AUTORA

Ana Laura Baldo

Estagiária de Jornalismo, especialista em drama, além de futura jornalista, sonha em ser atriz.
LEIA TAMBÉM