Home > registro > Chapecó desobriga uso de máscaras
03/03/2022 registro

Chapecó desobriga uso de máscaras

Decreto emitido pela Prefeitura nesta quinta-feira (3), torna facultativo o uso do equipamento de proteção facial

O uso de máscaras faciais deixa de ser obrigatório em Chapecó com um decreto emitido pelo prefeito João Rodrigues (PSD) nesta quinta-feira (3). A medida de proteção contra a disseminação da Covid-19 passa a ser facultativa, tanto em ambientes abertos quanto fechados, e fica sob responsabilidade do cidadão. A Prefeitura de Chapecó afirma que a mudança não se aplica a quem estiver doente ou suspeita de contaminação pelo coronavírus, mas deixa brecha para que casos assintomáticos e não identificados continuem a espalhar o vírus.

A medida foi tomada logo após o fim das festividades de carnaval, quando ocorreram diversos eventos sociais em todo o País. Em vídeo publicado nas redes sociais, João Rodrigues questionou a falta do uso de máscaras nestas ocasiões. “A partir de hoje, usa máscara quem quiser em qualquer ambiente. Não será mais obrigatório. Até porque temos visto muitas festas em que ninguém está usando”, afirmou Rodrigues. O prefeito ressaltou ainda que, se necessário, a medida pode ser reavaliada futuramente.


ATUALIZAÇÃO: A Prefeitura de Chapecó informou na tarde de sexta-feira (04) que a medida não se aplica aos serviços públicos e privados de saúde. A obrigatoriedade do uso de máscaras segue valendo para trabalhadores da saúde e estagiários, pacientes, acompanhantes ou visitantes e pessoas infectadas ou com suspeita de Covid-19, seja por contato próximo com pessoa infectada ou que apresente sintomas gripais.

Apesar da possibilidade do aumento de casos após o carnaval, como foi observado durante este período no ano passado, a desobrigatoriedade do uso de máscaras ocorre com base nos atuais números da Covid-19 em Chapecó. O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira aponta 606 casos ativos e 28 internamentos. Em comparação à semana anterior (24/02), houve uma diminuição de 1.114 casos ativos e 4 internações. O avanço da vacinação é outro fator que agregou à edição do decreto: com base na população estimada pelo IBGE em 2021, mais de 90% da população já tomou a primeira dose, 82% a segunda e 37% a terceira dose da vacina.


Imagem: Prefeitura de Chapecó


A Matriz de Risco para o coronavírus divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde no último sábado (26) aponta a região de Chapecó entre as 15 em risco potencial Alto. A dimensão específica de Transmissibilidade, que busca medir o nível de disseminação da Covid-19 através do número de casos ativos por 100 mil habitantes e o número de reprodução efetivo da infecção, coloca o Oeste entre as três regiões em nível Gravíssimo.

Imagem: Governo de Santa Catarina

Governo de SC desobriga uso de máscaras para menores de 12 anos

A medida da Prefeitura de Chapecó difere do que está definido pelo Governo de Santa Catarina, que passou a desobrigar o uso de máscaras para crianças de 6 a 12 anos, mas ainda determina o uso para maiores desta idade em ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento.

Esta mudança na legislação estadual passa a valer a partir desta quinta-feira, e o uso de máscaras nesta faixa etária fica a critério dos pais ou responsáveis. A nova determinação não exclui a recomendação da Secretaria de Estado de Saúde de utilizar o equipamento de proteção individual em ambientes fechados e em locais abertos onde há aglomeração.

De acordo com o Governo de SC, desde 24 de novembro o uso de máscara não é obrigatório somente em locais abertos e no caso de "pessoas com transtorno do espectro autista, com deficiência intelectual, deficiência sensorial, ou qualquer outra deficiência que impeçam o uso adequado da máscara".


AUTOR

Fernando Bortoluzzi

Jornalista e explorador em busca de expansão e conexão.
LEIA TAMBÉM