Home > saúde > Folia combina com prevenção!
16/02/2023 saúde

Folia combina com prevenção!

Ação de testagem rápida para ISTs e orientação será realizada no próximo sábado (18), no Terminal Urbano em Chapecó

O aquecimento para a maior festa popular brasileira já começou! É momento de ir para a rua e curtir a folia – com consciência! Os cuidados para a prevenção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) precisam ocorrer durante todo ano, mas no Carnaval, as campanhas se intensificam – justamente porque as pessoas tendem a extravasar e acabam ficando mais vulneráveis às transmissões. Já é de praxe, inclusive, no pós-folia, o aumento da procura por testagem rápida e de indicação para o uso da PEP (Profilaxia Pós-Exposição ao HIV) no Serviço de Atenção Especializada em HIV/Aids (SAE) da Prefeitura de Chapecó, que abrange outros 36 municípios do Oeste catarinense. 

Atualmente, o SAE atende 1.514 usuários convivendo com o HIV. Destes, 842 homens e 672 mulheres. Para que a população chapecoense sinta-se mais segura para curtir o Carnaval, a Secretaria de Saúde realiza no próximo sábado (18) uma ação de testagem rápida para HIV, Sífilis e Hepatites B e C, com orientação profissional e distribuição de preservativos. Também serão oferecidos folderes informativos em língua portuguesa e espanhola, além de atendimento com psicóloga para avaliação do resultado e promoção de educação em saúde.

O serviço é gratuito e será realizado na sede da Associação dos Diabéticos no Terminal Urbano, das 8h às 12h e das 13h às 18h. “O teste é sigiloso e estamos preparados para acolher as pessoas, orientá-las e, se necessário, encaminhar o processo de tratamento, de acordo com a individualidade de cada um. E além da testagem, preservativo e gel lubrificante à base de água são fundamentais e devem ser usados de forma correta. Assim estará cuidando da sua saúde e do outro. Precisamos aliar a liberdade que temos de nos divertir com a consciência e a prevenção”, reforça a enfermeira que coordena o SAE, Vanise Putzel.


PrEP: mais uma ferramenta de prevenção! 

No final do mês de janeiro, Chapecó iniciou a distribuição e acompanhamento da Profilaxia Pré-Exposição de risco ao HIV. A PrEP consiste na tomada diária de um comprimido (combinação de detenofovir + entricitabina) que permite ao organismo estar preparado para enfrentar um possível contato com o HIV, impedindo que o vírus se estabeleça e se espalhe no corpo. 

Até o início desta semana, 22 usuários atendidos pelo SAE estão fazendo o tratamento com a PrEP e a enfermeira Vanise lembra que o medicamento é seguro, gratuito, eficaz e precisa ser utilizado corretamente todos os dias para que ocorra o bloqueio do vírus. “Todas as pessoas sexualmente ativas, acima dos 15 anos e com mais de 35 Kg, podem ser avaliadas para o possível uso da PrEP. Alguns comportamentos de risco, como se relacionar sexualmente com múltiplos parceiros; ter relações sexuais com pessoa que convive com HIV e o vírus não esteja indetectável; e ser profissional do sexo, são considerados na indicação. Lembro que a PrEP não protege contra outras Infecções Sexualmente Transmissíveis e a camisinha não deve ser deixada de lado. É preciso fazer uma prevenção combinada para que caso um falhe, o outro continue protegendo”, explica.  


Chapecó, em conjunto com o Governo de Santa Catarina e outras 11 cidades catarinenses assinaram a Declaração de Paris, firmando o compromisso do Estado e dos municípios com a estratégia da UNAIDS de Aceleração da Resposta nas Cidades rumo ao fim da epidemia de AIDS como ameaça à saúde pública até 2030. 


Tem interesse em buscar mais informações sobre a prevenção e tratamento das ISTs, em especial o HIV/Aids? O Serviço de Atendimento Especializado (SAE) está instalado junto à Policlínica Municipal, na Rua Jorge Lacerda, nº 75-E, no Centro de Chapecó, e está aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, sem fechar ao meio-dia.

Além do SAE, todos os Centros de Saúde da Família também realizam a testagem, a distribuição de preservativos e as orientações sobre as ISTs, nos horários de atendimento de cada unidade de saúde de referência do usuário. Os medicamentos para tratamento são dispensados pelo SAE, e em casos específicos como fins de semana e feriados, são dispensados pelos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento.


Fotos: Divulgação

AUTORA

Mirella Schuch

Futura jornalista. Curiosa e amante da escrita.
LEIA TAMBÉM