Home > registro > Ciclone causa estragos em SC
01/07/2020 registro

Ciclone causa estragos em SC

A Defesa Civil de SC registrou ventos de até 108 km/h em Chapecó. Ciclone extratropical causou o maior dano da história na rede elétrica catarinense, segundo a Celesc.

A formação de um ciclone extratropical, associado a passagem de uma frente fria, provocou chuva e ventos fortes em todo o Estado, nesta terça-feira (30), em algumas localidades também foi registrado granizo. O Governo do Estado, através da Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros (CBMSC) e Polícia Militar (PMSC), está prestando auxílio aos municípios atingidos. Até o momento 49 municípios relataram prejuízos.

Os temporais provocaram três mortes, segundo levantamento do Corpo de Bombeiros Militar de SC até as 18h de terça. Uma idosa de 78 anos faleceu em Chapecó atingida por uma árvore. Em Santo Amaro da Imperatriz um homem foi atingido por fios de alta tensão. Já em Tijucas ocorreu um óbito em uma estrutura colapsada e outra pessoa segue desaparecida.

Celesc registra maior dano da história na rede elétrica catarinense e 1.300 profissionais estão em campo para restabelecer sistema

Em diversos pontos de Santa Catarina os ventos causam queda da energia elétrica, mas equipes da Celesc e de cooperativas regionais trabalham no restabelecimento da distribuição. No total 1.360.962 unidades consumidoras foram afetadas. Os coordenadores da DCSC em conjunto com os coordenadores municipais de defesa civil permanecem em campo realizando o levantamento dos estragos.



Prejuízos em Chapecó

Na cidade de Chapecó, a Prefeitura Municipal segue monitorando a situação em todas as áreas e mobilizada no atendimento aos registros de destelhamento, quedas de galhos, árvores, limpezas gerais, desobstrução de vias e apoio a outros prejuízos materiais ocorridos em função do vendaval. O objetivo é não deixar ninguém desassistido.

Seguem nas ruas as equipes da Secretaria de Defesa do Cidadão e Mobilidade (SEDEMOB), por meio da Defesa Civil, Guarda Municipal e Agentes de Trânsito, Secretaria de Infraestrutura Urbana (SEINFRA), Superintendência da Efapi e Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (SEDEMA). O trabalho é integrado com o efetivo do Corpo de Bombeiros e funcionários da Celesc. Ontem, o trabalho conjunto seguiu até por volta de 20h, com a desobstrução de todas as vias, exceto a Avenida Ernesto José De Marco, comprometida pela queda de três postes de energia elétrica.



Informações gerais e específicas por áreas

  • ÓBITO: Uma senhora de 78 anos, do bairro Quedas do Palmital, vitimada pela queda de árvore durante o temporal. 
  • A Defesa Civil de SC registrou ventos de até 108 km/h em Chapecó. E, segundo a Epagri/CIRAM, choveram 38 milímetros ontem no Município. O acumulado de junho é de 333 milímetros.
  • Neste momento, não há família desalojada ou desabrigada em Chapecó.
  • Segundo informações da Celesc, 10 mil unidades ainda estão sem energia elétrica (informação atualizada às 9h30).
  • Equipes de empresas de telefonia e internet seguem mobilizadas para reparar os prejuízos nos sistemas de comunicação.
  • Secretaria de Defesa do Cidadão e Mobilidade (SEDEMOB): recebeu, via Defesa Civil, 450 registros de destalhamentos, quedas de árvores e galhos. Até o momento, 25.000 m2 de lona foram distribuídos à população afetada, compreendendo o volume entregue pela SEDEMOB, Cruz Vermelha, Corpo de Bombeiros e Superintendência da Efapi.
  • Secretaria de Infraestrutura Urbana (SEINFRA): Continua com equipes de podas e limpeza atuando nos pontos críticos. Três máquinas auxiliam no trabalho.
  • Superintendência da Efapi: Trabalha com equipes de apoio na Avenida Ernesto José De Marco.
  • Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente: coordenadores das regiões do interior estão verificando in loco a situação das estradas e ouvindo agricultores. Por hora, de mais relevante, foi o registro de queda de árvores em localidades pontuais e pequenos deslizamentos que não chegaram a interromper os acessos.
  • Secretaria de Juventude Esporte e Lazer (SEJEL): registrou estragos no telhado e em uma parede do Ginásio do Bairro Universitário. No Complexo Esportivo Verdão teve queda de árvores.
  • Secretaria de Saúde (SESAU): pelo menos 30% dos Centros de Saúde da Família seguem sem energia elétrica. O CSF Cristo Rei foi atingido por uma árvore.


Alerta

Para emergências, caso o telefone 193 esteja fora do ar, acione via WhatsApp, pelo 9 9911.2613.  O Município reforça e orienta a população para que evite transitar nos locais atingidos e tome as devidas precauções na hora de reparar os prejuízos, principalmente em telhados, para evitar quedas.

A Defesa Civil de Santa Catarina (DCSC) emitiu alertas para os fortes ventos e tempestades que atingiram o Estado. O serviço de monitoramento da DCSC é gratuito e disponibiliza as informações através do site, redes sociais e por mensagens SMS. Para receber os avisos e alertas basta enviar uma mensagem de texto SMS para o número 40199 contendo no corpo do texto apenas o Código de Endereçamento Postal (CEP) do local que deseja receber as informações.

AUTORA

FVcomunica!

Revista Flash Vip, contando histórias desde 2003.
LEIA TAMBÉM