Home > registro > Retomada mercado imobiliário
11/09/2020 registro

Retomada mercado imobiliário

Durante a pandemia, Brasil registrou crescimento de 35,2%, em comparação ao mesmo período em 2019.

Em meio à crise do novo coronavírus, alguns setores da economia estão contornando a situação. Um deles é o mercado imobiliário, que se surpreendeu com a alta procura nesse período. O setor aponta sinais de retomada, com aumento de venda e aluguel, inclusive, superiores ao período pré-pandemia.

Segundo um levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), no primeiro semestre de 2020, 133.786 imóveis foram financiados por pessoas físicas. Registrando um aumento de 35,2% em comparação com o mesmo período de 2019.

Em Chapecó, os impactos da crise no mercado de imóveis foi menos agressivo, dadas as ações econômicas e de emprego que o município vem adotando nas últimas décadas. A capital do Oeste vem se tornando um ponto mais seguro para os negócios domésticos e também para a qualidade de vida no cotidiano, pois é um momento em que as pessoas passam mais tempo em casa com a família e, com isso, identificaram novas necessidades para melhor viver.

“Nesta pandemia, além do mercado ter se mantido, também houve um aumentou significativo pela procura de salas e empreendimentos com varandas. Devido as pessoas ficarem mais tempo em casa", afirma a corretora de imóveis, Tatiele Bressa. Atendimento exclusivo e personalizado a cada cliente, com um portfólio de imóveis selecionados e segmentado, é a tendência do momento para atender as exigências dos clientes na hora de adquirir imóveis para morar ou investir.


Texto: THF Marketing & Eventos
Fotos: Alex Kerschner

AUTORA

FVcomunica!

Revista Flash Vip, contando histórias desde 2003.
LEIA TAMBÉM