Home > cultura > Quem foi Félix?
28/04/2021 cultura

Quem foi Félix?

Livro biográfico de Ricardo Machado narra uma vida nômade poética pelas Américas

Existem histórias que quase ficam de fora da História. É o caso de Félix Peyrallo Carbajal (1913 – 2005). Poeta, andarilho, filósofo, professor, construtor de relógios de sol, vanguardista, amigo de artistas e pensadores, conferencista, boêmio… Félix se ocupou em andar e promover encontros ao longo de seus quase cem anos de vida, deixando esparsos vestígios de sua história, agora reunidos pelo historiador e professor Ricardo Machado.

“Quem foi Félix Peyrallo Carbajal? Se para a maioria das biografias essa é uma pergunta relativamente simples, no caso de Félix, as respostas são sempre provisórias, deslocando-se ao compasso de uma vida que se fez em movimento. Félix se entregou à procura por viver a vida como obra de arte. Essa entrega fez com que muito cedo saísse de casa em uma viagem radical sem retorno, atravessando desertos, enfrentando abismos, promovendo encontros poéticos e encantando pessoas em diferentes lugares do mundo”, escreve o autor.

Félix levou uma existência nômade em pleno século XX por um território que inclui o Uruguai como local de nascimento e o Brasil como sepulcro. Entre um e outro, Espanha, França, Cuba, Argentina, Paraguai, México. Em sua passagem por estes lugares, realizava conferências sobre temas diversos como poesia, filosofia e matemática. Além disso, em diversas cidades deixou construído um relógio de sol, muitos deles aqui no Brasil.

Durante suas andanças, Félix se encontrou com figuras importantes da cena artística e intelectual latino-americana, como Eduardo Galeano, Carilda Oliver Labra, Pedro Garfias, Rubén Darío e Manuel Bandeira que, por sinal, deixou registrado em uma crônica suas impressões sobre o encontro:


“Ao perguntar quando chegou ao Rio de Janeiro, ele responde que foi no dia anterior; quanto tempo pretendia demorar na cidade, respondeu que não sabia; do que vivia na ocasião, respondeu que vivia de mendicância. E assim o estranho visitante de Bandeira diz ter sido por toda parte por onde esteve: quando tem fome pede comida, quando tem sono pede uma cama e, se não descobrir um lugar para pouso, passa a noite inteira caminhando, pois é capaz de caminhar 25 quilômetros sem sentir fadiga. Comer e dormir não são problemas, os problemas da vida são outros.” (Ricardo Machado)



Lançamento

No dia 29 de abril de 2021, às 19h45, no canal da Humana Sebo e Livraria no YouTube, ocorre o lançamento com a presença do autor, Ricardo Machado. A mediação será de Fernando Boppré que terá a participação especial da professora e historiadora Maria Bernardete Ramos Flores (UFSC), de Ana Lilia Félix Pichardo (que falará diretamente do México) e de Paulo Acácio Soares.

- Clique aqui para adquirir o livro!

O lançamento integra a programação do Seminário “Vanguardas do entreguerras e desdobramentos contemporâneos”, realizado por pesquisadores(as) que se articulam em torno do Projeto de Pesquisa Acervos e Arquivos Artísticos em Santa Catarina, Implicações e Conexões, do Centro de Artes (CEART) da UDESC.



Sobre o autor

Ricardo Machado é doutor em História, professor da Universidade Federal da Fronteira Sul, curador da Livraria Humana de Chapecó e colunista de literatura da Revista Flash Vip.

AUTORA

FVcomunica!

Revista Flash Vip, contando histórias desde 2003.
LEIA TAMBÉM