Home > saúde > Janeiro Branco
17/01/2024 saúde

Janeiro Branco

Vamos falar sobre saúde mental e bem-estar emocional?

O mês de janeiro está ganhando destaque como o "Janeiro Branco", uma campanha que visa sensibilizar e conscientizar a população sobre a importância da saúde mental. Em um mundo onde as demandas diárias podem ser esmagadoras, a campanha Janeiro Branco destaca a necessidade de priorizar o cuidado mental e emocional.

A cor branca foi escolhida por, simbolicamente, representar “folhas ou telas em branco” sobre as quais podem projetar, escrever ou desenhar expectativas, desejos, histórias ou mudanças com as quais sonham e as quais desejam concretizar.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 450 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de transtornos mentais. Campanhas como esta têm como objetivo reduzir esse número, proporcionando informações e recursos para prevenção e tratamento. A iniciativa destaca a importância de diálogos abertos sobre saúde mental em todos os setores da sociedade. O movimento busca desmistificar preconceitos associados a transtornos mentais, incentivando as pessoas a procurarem ajuda profissional quando necessário.

O médico psiquiatra Dr. Paulo Machado, enfatiza a importância do cuidado mental na prevenção de doenças prevalentes, como ansiedade, depressão e burnout. Ele destaca que, em um contexto onde a pressão e o estresse são constantes, o cuidado com a saúde mental se torna uma ferramenta essencial para manter o equilíbrio emocional.

"Estamos vivendo em uma era onde as demandas da vida cotidiana podem ser avassaladoras, resultando em um aumento significativo de problemas de saúde mental. A ansiedade, a depressão e o burnout, em particular, têm se tornado cada vez mais comuns. Cuidar da saúde mental não é apenas uma medida preventiva, mas uma prática essencial para manter a qualidade de vida", afirma Dr. Paulo.

O Janeiro Branco ressalta que cuidar desse aspecto da sua vida é um ato de amor próprio e contribui para uma sociedade mais saudável e compassiva. A campanha incentiva todos a refletirem sobre seu próprio bem-estar mental, bem como a apoiarem amigos, familiares e colegas a buscarem ajuda quando necessário.


Saúde Mental para Crianças 

De acordo com a psicóloga pediátrica da Prevenção Pediatria, Franciely Paz, além da saúde mental dos adultos, a data também traz em pauta a importância de direcionar a atenção também para a saúde mental infantil. “Crianças, assim como os adultos, podem enfrentar desafios psicológicos, e é crucial garantir que recebam o tratamento adequado para um desenvolvimento cognitivo saudável”.

Segundo as últimas estimativas disponíveis pela pesquisa da Unicef, pelo menos uma a cada sete crianças e jovens de 10 a 19 anos convive com algum transtorno mental diagnosticado em todo mundo. Além disso, também mundialmente, cerca de 46 adolescentes morrem por suicídio a cada ano, uma das cinco principais causas de morte nessa faixa etária.

Franciely destaca que a saúde mental infantil abrange uma variedade de aspectos, incluindo prejuízos cognitivos, comportamentais e habilidades sociais. No processo de desenvolvimento, as crianças podem enfrentar dificuldades em lidar com suas emoções, muitas vezes erroneamente interpretadas como rebeldia ou falta de "limites". É fundamental compreender que os transtornos psicológicos na infância se manifestam de maneira única em relação aos adultos. 

Durante o mês de Janeiro Branco, observa-se um aumento significativo na procura por serviços de saúde mental. Isso destaca a eficácia da campanha em incentivar as pessoas a buscarem ajuda e tratamento quando necessário. 


AUTORA

Gabrieli Zambiasi

Letróloga, redatora e social media
LEIA TAMBÉM